Ingruiiiiiiish! | tough though thought through thorough throughout… como é que é o negocio?

Faaaaaaaaaaaaaala galerinha! Tudo bom com vocês?

Então, eu aqui estudando um pouco de engriiish , tentando melhorar meu vocabulário anglo-saxônico e me deparo com as palavras mais tretas que já vi na vida e que nunca me lembro do significado??!!! Porque todo mundo sabe que uma coisa que americano sabe é criar palavras com diferença zero/1% na grafia mas com significados infinitos e diferentíssimos. ❗

Daí, pesquisando um pouquinho encontrei uma postagem do Ulisses do blog Tecla SAP (muita sapiência tem esse moço!) e eis que!!!

Salvou minha vida! Tudo muito bem explicado. Entao vou deixar aqui embaixo  um link da página dele pra vocês que, como eu ou não tem dificuldades com certas semelhanças de pronúncia e ortografia da língua inglesa. 😕

Bem, é isso. Estou me divertindo adicionando uma nova língua ao meu pequeno mundinho de conhecimento 😉

Link do post do Ulisses aqui: ➡ [ Clique aqui ]

On

É estupidez classificar as pessoas pelo que elas aparentam. Eu não sou uma coisa só, posso ser tudo o que quiser e ninguém pode me julgar por isso. Faço o que me convém e pronto, julguem a si mesmos ao invés dos outros.
Voce pode perder algo realmente importante por sua incapacidade de enxergar a realidade.
Seja você. Diversifique-se.

image

Hipocrisia do caralho.

Se eu fizesse a mesma coisa que outras pessoas fazem, eu seria julgada e crucificada, mas como aqui (generalizando) reina o machismo, a história é outra. Outros pontos de vista simplesmente não existem, é isso mesmo produção? Não entendo certas coisas. Voltei pro tempo de M. Madalena, numa realidade onde reina a opinião “oposta” e cega? As pessoas dizem sobre como a humanidade evoluiu, etc blá blá blá, mas quando é consigo mesmo, o instinto machista e fake-pudorista retorna com tudo, seriamente, é grotesco. E falo tanto de homens quanto de mulheres, submissão hipócrita!