Curiosidades

Curiosidades sobre o nome do blog:
 
Algumas pessoas podem ter estranhado a escolha do nome Báthory, por causa de sua origem: Erzsébet Báthory (7 de agosto de 156021 de agosto de 1614), em português Elisabete ou Isabel Báthory (ela foi uma condessa húngara da renomada família Báthory que entrou para a História por uma suposta série de crimes hediondos e cruéis que teria cometido, vinculados com sua obsessão pela beleza. Como consequência, ela ficou conhecida como "A condessa sangrenta" e "A condessa Drácula").
 
Erzsébet Báthory era de fato uma mulher horrenda , mas foi através destes fatos que surgiram grandes histórias e lendas espetaculares. É somente pelo que surgiu depois, os romances, as lendas que optei por este nome: Báthory.
 
Lendas posteriores

Escritores posteriores retomariam a história, acrescentando alguns detalhes. Duas histórias ilustram as lendas que se formaram em torno de Erzsébet Báthory, apesar da ausência de registros jurídicos sobre sua vida e das tentativas de remover qualquer menção a ela na história da Hungria:

  • Diz-se que certo dia a condessa, já sem a frescura da juventude, estava a ser penteada por uma jovem criada, quando esta puxou os seus cabelos acidentalmente. Erzsébet virou-se para ela e espancou-a. O sangue espirrou e algumas gotas caíram na sua mão. Ao esfregar o sangue, pareceu-lhe que estas a rejuvenesciam. Foi após esse incidente que passou a banhar-se em sangue humano.
  • Uma segunda história refere-se ao comportamento de Erzsébet após a morte do marido, quando se dizia que ela se envolvia com homens mais jovens. Numa ocasião, quando estava na companhia de um desses homens, viu uma mulher de idade avançada e perguntou a ele: "O que farias se tivesses de beijar aquela bruxa velha?". O homem respondeu com palavras de desprezo. A velha, entretanto, ao ouvir o diálogo, acusou Erzsébet de excessiva vaidade e acrescentou que a decadência física era inevitável, mesmo para uma condessa. Diversos historiadores têm relacionado a morte do marido de Erzsébet e esse episódio com seu receio de envelhecer.
  • Hoje, também existe o relato de simplesmente a condessa Erzsébet ter sido vitima da ambição humana, não havendo provas suficientes, pode ter sido ela uma simples acusada de algo não feito.
 
Referência: MELTON, J. Gordon, "O Livro dos Vampiros"

 

Quanto a Bluthengel, o original é "blutengel" (sem o H), escolhi pelo significado da palavra. Traduzido é: Anjo de Sangue.



 16 de maio de 2010.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s