Reflexões””‘

De noite busquei em minha cama aquele a quem ama a minha alma: busquei-o, e não o achei.

Levantar-me-ei, pois, e rodearei a cidade; pelas ruas e pelas praças buscarei aquele a quem ama a minha alma; busquei-o, e não o achei.

Acharam-me os guardas, que rondavam  pela cidade: eu perguntei-lhes:Vistes aquele a quem ama a minha alma?

Apartando-me eu um pouco deles, logo achei a quem ama a minha alma: detive-o até que o introduzi em casa de minha mãe, na câmara daquela que me gerou.

Conjuro-vos, ó filhas de Jerusalém, pelas gazelas e cervas do campo, quie não acordeis, nem despeitai o meu amor, até que queira.

Cantares de Salomão 3

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s